quarta-feira, abril 18, 2007

O "caso" das pegadas

Ney D’Azambuja Ramos, conhecido como Azambuja (coisa que o confundia com um personagem homônimo do Chico Anísio), Azamba, ou simplesmente Ney. Eu achava que o Ney tinha um que do primo Altamirando, o famoso Mirinho, sobrinho da tia Zulmira, criação do Sergio Porto. Mais pelo lado das armações e confusões que este fazia.

O certo é que o Ney vivia criando situações, na maioria das vezes muito engraçadas e/ou oportunas.

Um dia o Marcio Murgel, diretor da agência reuniu a todos para dizer que ficou numa tremenda saia justa quando um diretor da Philip Morris lhe pediu um cigarro, e, simplesmente em toda a agência os cigarros eram de marcas da Souza Cruz. O Ney não titubeou. Comprou um maço de Minister, a marca que fumava, tirou todos os cigarros e os colocou num maço de Shelton. Apesar do filtro deste ser branco, ao contrário do Minister. Mas era uma forma de, caso o cliente estivesse na agência e abrisse sua porta, visse uma de suas marcas em cima da mesa dele.

Azamba adorava sacanear o Victor Kirowsky. Habitualmente colocava cola de borracha nos cachimbos do ianque, que ficava puto da vida. Soprando, tentando acendê-los sem resultado.

Mas tem o caso das pegadas. O Vic tinha algumas plantas na sala dele. E todo dia, ia ao banheiro, pegava água num regador e ia regá-las. Esse movimento fazia com que o corredor ficasse com o chão molhado. O pessoal da diretoria, principalmente o diretor financeiro, não gostavam nada daquilo. Mas, na verdade ninguém sabia quem era.

O Ney, um dia, pegou um sapato, molhou bastante a sua sola, acrescentou um pouco de guache, e colocou pegadas que iam até a sala do Vic.

Nem preciso contar o final da história, certo?

5 comentários:

isabella disse...

Esse Nei Azambuja já teve outros casos contados em edições anteriores. lembro bem do caso do táxi com a velhinha. he he

Jonga Olivieri disse...

Você lembrou bem, o "caso" do táxi é realmente muito engraçado.

Anônimo disse...

Deveras. O caso da velhinha no táxi simulado é bom demais. Mas este também é engenhoso.
O.

Redatozim disse...

Genial essa das pegadas. Tem um do algodao no vaso da ABC genial, mas improprio para blogs de familia.

Jonga Olivieri disse...

Imagino...