segunda-feira, outubro 27, 2008

De “casos” e outros casos

Por mais de uma vez já me passaram e-mails (alguns leitores chegaram a telefonar) para saber por que este blogue passou por algumas mudanças nos últimos tempos. A principal delas é o fato de todos os artigos aqui não começarem mais com o “caso” disso ou daquilo. Quando comecei a postar matérias, tinha um livro pronto e registrado na Biblioteca Nacional, cujo título provisório era: “Casos que a propaganda não contou”. Havia dezenas de “casos” escritos até então.

No dia 26 de março deste ano, publiquei uma explicação acerca deste motivo no artigo “Mudanças no blog”. Ali, explico as razões que me levaram a modificar a estrutura até então mantida, pois, durante quase dois anos incluí “caso” em todas as postagens. No entanto – com o passar do tempo – percebi a necessidade de fazer alguns comentários pontuais sobre publicidade. Por outro lado, a inclusão da palavra, por vezes tornava-se uma camisa de força.

Claro que vão continuar a existir “casos”, quando os houver. Todavia, espero que esteja esclarecida a questão.

4 comentários:

jr disse...

Creio que isto já ficou claro desde que você publicou Mudanças no Blog em março.

Jonga Olivieri disse...

JR, nem todos são assíduos e fiéis como você. Aliás, a maioria l~e e não comenta...

Anônimo disse...

Eua até gostava daquele esquema de caso disso e caso daquilo. Mas é o tal negócio, vale o que está escrito. KKKKKKKKKKKK!
Cantídio Tarsitano

Jonga Olivieri disse...

Ok, Cantídio. Como falei vão ter casos com "casos" ainda. depende das circunstãncias...