quarta-feira, outubro 15, 2008

O santo milagroso

Essa é rapidinha. E mais um exemplo que em meio à crise de criatividade nestes dias que vivemos, existem exceções, porque afinal de contas, a esperança é a última que morre.

Estava eu assistindo um desses telejornais da vida, quando apareceram aqueles “bichinhos-propaganda” da Ford, que por si só já são engraçados. Mas eis que de repente um deles diz algo no gênero de “ter um carro assim, só no dia de São Nunca”. Imediatamente o simpático santo gorduchinho despenca na cabeça deles, e, no seu estilo peculiar, sacode a poeira, e, meio que sem graça levanta-se, no conhecido jeito bonachão.

Fiquei feliz em assistir a peça no ar. Sinceramente, este é um dos melhores personagens que apareceram nos últimos anos. A prova de que boas idéias são simples. E ficam. É o milagre de São Nunca, dando a volta por cima.

10 comentários:

leonardo disse...

Olha, eu não seria tão radical quanto você.
Até concordo que há uma certa crise de criatividade, mas que passa pela cultura de um modo geral.
Não se vê uma renovação na literatura, nas artes plásticas e no cinema há algumas décdas.
Mas hoje até assisto alguns comerciais que me agradam.
Leonardo

Jonga Olivieri disse...

Concordo com você quanto à crise no âmbito mais amplo, Leonardo.
Mas, sinceramente, e apesar de tecnicamente hoje os comerciais serem bem produzido, o que falta no geral é idéia. Aí é que a coisa pega.
Mas, como esta (excessão), têm muitas outras. Recentemente falei aqui da campanha da W/, relativa à importãncia em se votar bem. Muito boa. Por quê? Simplemsmente porque tem uma iséia por trás.

redatozim disse...

Os bichinhos da Ford eu nem gosto, mas São Nunca é sensacional.

Jonga Olivieri disse...

Os bonequinhos são mais comuns, mas acho que são engraçados. São Nunca, sai da reta... é um personagem e tanto!

jr disse...

Veja bem, São Nunca é muito bom. Só gostaria de saber porque fica tão distante da mídis. Será para n~o desgastar o personagem? Não tem outra explicação cabível. Torço para que fique muito tempo voltando de vez em quando.

Jonga Olivieri disse...

Esse São Nunca, fazendo milagres.
E depois dizem que "toda unanimidade é burra".
Xá pra lá!

Anônimo disse...

Lembro de ter visto alguma coisa deste Sao Nunca numa das vezes que fui ao Brasil. Eh muito bom.

Anonymous
New Yotk

Jonga Olivieri disse...

E espero que você continue com a sorte de sempre encontrá-lo quando vier.
Isso porque eu sou meio à tôa, mas... este que santo fez milagre, lá isso fez!

Anônimo disse...

Apesar de ter concordado e até afirmado que a criatividade em publicidade anda precisando uma sacudidela, eu acho que de vez em quando a gente vê alguma coisa, pelo menos razoável, no ar.
Em outras palavras: existe uma certa crise de idéias, mas, primeiro não é tão grave quanto você pinta.
E segundo, esta crise de "idéias" se estende a outros setores.
Cantídio Tarsitano

Jonga Olivieri disse...

Cantídio, claro que a crise que alcançou a criatividade em propaganda, é parte da crise que alcança a cultura em todos os setores da atividade cultural ao redor do mundo inteiro.
Mas que ela existe, existe. O que não exclui que vejamos bons comerciais e anúncios sendo veiculadas.
Aliás, tenho falado nelas.