sexta-feira, agosto 07, 2009

O “xis” do problema

Fernando Simões foi meu diretor de criação e colega de trabalho na Nova Proudon, em 1970, e posteriormente na Focus Propaganda (1). E é o mais novo parceiro neste blogue com o “caso” abaixo:

A Nova Proudon era uma agência pequena mas muito bem estruturada, contando com bons profissionais em todos os seus setores.
Mas, certa vez, a agência contratou uma recepcionista que em pouco tempo se mostrava um monumento ao despreparo profissional e cultural também.

Além disso a jovem, de nome Otília, era incansável em repetir sistemática e excessivamente que sua irmã namorava o cantor Vanderlei Cardoso (Ou era o Jerri Adriane ? Não me lembro agora).
Volta e meia lá vinha ela com o papo do namoro da irmã. Era um saco!

Profissionalmente não se podia confiar nela em coisa alguma. Trocava nomes, esquecia recados, passava ligações para setores que nada tinham a ver com o assunto das mesmas, levava uma eternidade para fazer as ligações requisitadas...enfim, era um desastre !

Até que, um belo dia, o telefone da recepção tocou. Otília atendeu.
Do outro lado da linha o Nilton Ramalho. E, a Otília ouviu o Nilton pedir que ela procurasse um número telefônico no seguinte enderêço: Praça Pio X , nº tal, sala tal.
Até aí, tudo bem, só que a Praça Pio X do Nilton não era a Praça Pio X da Otília como veremos logo a seguir.

Passado um bom tempo o Nilton liga para recepção e cobra da Otília o número pedido.

Otília, prontamente, respondeu:
"Nilton, eu não achei nenhuma Praça Pio 10, não."
"Eu achei aqui uma Praça Pio Xis.

Pasmem, senhores. Ela desconhecia completamente os algarismos romanos e para ela, a praça que o Nilton queria, era a Praça Pio 10.
A essa altura o Nilton, atônito e sem acreditar no que ouvia, perguntou:
"Você achou o que ?"
E a resposta veio firme e segura: "Achei uma Praça Pio Xis" (Será que esse "Xis" é com x ou com ch ?)

No milionésimo de segundo seguinte Nilton Ramalho, apoplético, esbravejou em altos brados:

"NÃO É PIO XIS, MINHA FILHA!

"É PIÓX".

VÊ SE APRENDE, VIU ? "É PIÓX !!!!!!"

Gente, devemos entender que para a Otília o século XX seria o século "Xis xis" e o Papa Bento XVI, certamente, seria o Papa Bento "Xis Vi" mas não existe Lei alguma obrigando o cidadão a conhecer os algarismos dos outros, existe? Então por que o Nilton Ramalho ficou tão nervoso? Cruzes!

O fato é que de qualquer maneira, no dia seguinte, a pobre Otília foi dispensada.
Sua substituta, felizmente, conhecia algarismos romanos. Que alívio!

(1) Ambas as agências teem vários “casos” publicados aqui...

8 comentários:

Anônimo disse...

Que burrice. Poucas vezes eu li ou soube de uma caso tão alarmante.
Cantídio Tarsitano

Jonga Olivieri disse...

Olha, meu caro Cantídio, eu estava lá quando ela ficou "pê" da vida com o dentista que, segundo ela, era pago em dia, mas mesmo assim mandou ela pro protético! Pode?
Juro...

anita disse...

Este é digno de entrar para o Guiness como o máximo da ignorância.

redatozim disse...

Pela burrice eu achei que a função dela na agência fosse outra. Cala-te boca...

Jonga Olivieri disse...

Tanto no Guiness, como na função certa nas agências.
kkkkkkkkk!

Anônimo disse...

Um dos causos mais engracados deste blog.
Parabens ao Fernando Simoes pela narrativa.
Voce e o mais novo parceiro mas pelo jeito deve ter outros bons.

Anonymous
New York

Anônimo disse...

Cara, é até difícil de poder dimencionar o QI de uma mulher deste naipe.
A não ser que seja o Queficente de Ignorância.
HA-HAIIII!
Ernani

Leonardo disse...

PIOX PRA ELA!