sábado, setembro 19, 2009

Revivendo o "Almoço com as Estrelas"


Este anúncio foi criado pelo Sergio Torres e por mim, como convite para o “Almoço com as Estrelas” realizado em 1999.

A narrativa abaixo (com pequenos retoques) havia anteriormente sido publicada neste blogue em outubro de 2006.

..............................................................................

A coisa começou em 1985, quando toda sexta feira a turma da criação da ASA, e o Luis Márcio Vianna, o diretor de planejamento da agência, fazíamos um "rega bofe" daqueles. Saiamos na hora do almoço, escolhíamos um restaurante em Beagá, e lá íamos nós. Geralmente, voltávamos todos um pouquinho "altos" lá pelas três ou quatro da tarde, nem que isso implicasse em que trabalhássemos um pouquinho mais naqueles dias.

O programa, não só tornou-se um hábito, como também, pelo fato de Belo Horizonte ser uma cidade rica em bons restaurantes, transformou-se numa farra gastro-etílica. Somente para citar alguns, o Dona Lucinha, o Minas I e o Minas II (estes do clube do mesmo nome), o Alpino, o Chez Bastião, o saudoso Germânia, etc, etc.

Mas, o negócio é que a coisa foi se espalhando. No final de um certo tempo ia não somente a turma da ASA, como também da Livre, da Setembro, da DNA, da JMM e muitas outras agências. Tornou-se um encontro semanal de publicitários, um acontecimento. O mais notável é que eu deixei a direção de criação da ASA e assumi a da Livre mas a coisa continuou. Cada vez mais repleta de gente. Até optamos em definitivo pelo Minas I, porque era um restaurante grande, tinha um excelente buffet, e dava para juntar diversas e grandes mesas.

Nessa ocasião, a Gláucia, que havia sido tráfego na ASA, foi para o Jornal de Domingo, um semanário de Belo Horizonte, onde escrevia a coluna publicitária. Ela, então, batizou o encontro (com certa ironia) de “Almoço com as Estrelas”.

Saí de Belô e voltei para o Rio. Mas, acontece que quando ia lá, de férias ou a trabalho, a gente dava um jeito de se encontrar. Rapidamente o Luis Márcio, ou o Sérgio Torres acionavam a turma e lá estávamos nós. Desta feita em jantares.

Voltei para aquela cidade em 1999. Fizemos um primeiro (também um jantar), e foi gente pra dedéu. O Minas ficou repleto de publicitários. Pra mais de 40, com certeza. Já no ano seguinte foram apenas cinco pessoas: Luis Márcio Vianna, Tonico Mercador, Paulo Giordano, Hermínio Naddeo e eu. Pelo menos, bebemos todas, comemos bem pra cacete e nos divertimos. Até ver estrelas.

18 comentários:

Saulo Silveira disse...

Boass...meu amigão, andas sumido!!!
A vida torna mais agradável com os bons amigos, boa comida e boa conversa, só há uma coisa melhor: Um bela bunda. Vamos falando, pela tua foto, vejo que está muito conservado. Saudade.
Abraço grande.

Jonga Olivieri disse...

Grande Saulo. Tenho pensado muito em você. Aliás, estou pretendendo publicar um quadro e um texto seus neste blogue. Mas só no início do próximo mês (eu aviso), pois este está repleto de republicações pois está a iniciar o seu quarto ano.
Outro dia deixei um comentário no seu blogue. Cada vez que vejos seus quadros mais gosto.

Anônimo disse...

Me chamou atenção uma coisa que é o porque de Minas I e Minas II. Não entendi.

Jonga Olivieri disse...

O Minas é o mesmo clube. Mas tem a sede principal perto da Praça da Liberdade, e, na época uma filial no Alto das Mangabeiras que ficou conhecida como Minas II.
Hoje, como tem uma no bairro de Alphaville, deve ser o Minas III.

Nota: esta última informação quanto à denominação é um chute.

gauchescas disse...

Quando tu me enviaste ontem um e-mail falando sobre esta postagem resolvi comentá-la, coisa que pouco faço neste blog que acompanho, mas para o qual dificilmente escrevo. E tu sabe porquê, guri.

Jonga Olivieri disse...

Tudo bem, Ieda. E obrigado por comentar, mesmo assim.

Anônimo disse...

Grande "agito", Você deve ter muitas histórias deste Almoço xom as estrelas.
Publique mais.
Cantídio

Jonga Olivieri disse...

Vou levar em consideração o seu pedido, Cantídio.

Anita disse...

Caramba, você está publicando com uma freqüência muito grande.
Adorei o causo.

Jonga Olivieri disse...

Em parte por estar republicando. Fica mais fácil.

Anônimo disse...

Deu ate agua na boca.
E tambem saudades e um gostinho de Brasil nesses encontros que so acontecem com graca ai.

Anonymous
New York

Jonga Olivieri disse...

Ianques não sabem fazer coisas com graça, não é mesmo Mr. Anonymous?!

Leonardo disse...

Devia ser uma farra das boas. E pelo jeito tudo tem lá o seu tempo, pois no último foram apenas cinco.

Jonga Olivieri disse...

Certamente Leonardo.
Mas não querendo justificar o fracasso do segundo encontro, os "Almoços com as Estrelas" aconteceram nos anos 1980.
Depois veio uma fase em que quando eu ia a Beagá reunis cerca de oito amigos.
E terceiro, o segundo encontro (em 2000), foi muito pouco divulgado.
Concordo, no entanto, que isto não é desculpa. O seu tempo havia passado... Esta é a verdade.

redatozim disse...

Engraçado é que eu não sou da época, mas acho que ia adorar o almoço.

Jonga Olivieri disse...

E ia mesmo, Redatozim... Tenho certeza disso.

Anônimo disse...

Me deu vontade de ter trabalhado em Minas. principalmnte nesta época. Valeu!
Ernani

Jonga Olivieri disse...

Deve sewr saudosismo, mas nessa época as coisas eram boas lá, aqui, em qualquer lugar.