domingo, novembro 20, 2011

Um encontro regado a chope e gibis

Almir Gomes e eu num bar na Avenida Atlântica

A tarde deste domingo foi muito agradável! Após quase dois anos de contato virtual, finalmente conheci pessoalmente Almir Gomes, parceiro neste blogue e autor do Puracatapora, o seu blogue (que está marcado aí ao lado em Links)...

Foi um encontro breve, mas o fato de podermos bater um bom papo téte-a-téte regado a chopes foi muito bom. E, para alem disto, ele me trouxe alguns “gibis” do Fantasma – antigos e raros–, os quais tinha fissura para incluir em minha coleção...

Almir veio ao Rio de Janeiro para participar do Encontro MPM Lovers – 2011, realizado na véspera. Valeu Almir! E assim que puder, mande mais uns “casos” para este blogue. Serão sempre benvindos!

Ao lado detalhe da camiseta do Encontro MPM Lovers
(para ampliar, clique na foto) 

11 comentários:

Anita disse...

Que legal. Adorei a pinta do Almir e ele parece ser um bom sujeito. A gente conhece só de ver!!!

Jonga Olivieri disse...

Ô Anita, se você for mesmo parecida com a Mariana Ximenes quem vai ficar doido pra lhe conhecer será ele...

Anônimo disse...

Junto aqui o meu apelo ao do Jonga: Almir, escreve mais, escreve mais, escreve mais!

Jonga Olivieri disse...

Obrigado pelo apoio, "Anônimo", os "casos" do Almir são excelentes... E deram um puta dum Ibope...

almagro disse...

Inda meio me refazendo, não da quantidade de chopis, excelentes, mas da viagem madrugatícia, agradeço as fotos, comentários de leitores e oportunidade ter te conhecido pessoalmente, Jonga e, conferindo melhor o meu "pneumático abdominal", acho que na próx. irei de bike, eh,eh, new cases a caminho, abs.

Jonga Olivieri disse...

Esta foi boa! Uma "puta" duma caminhada... hehehe!

Quanto a pneus, os seus são de carro. E os meus que são daqueles gigantescos tratores de mineração?

Anônimo disse...

Caras boa(s). Gente(s) boa(s).
L.P.

Jonga Olivieri disse...

Obrigadíssimo...

Cantídio disse...

Conheço o Almir. Ele não deve se lembrar de mim porque foi no tempo em que fiz estágio na MPM.
Saudações Almir, se é que leias estes comentários.

almagro disse...

Agradeço a lembrança, Cantídio, realmente escapas-me (êita idioma de Camões, tá certo?) à memória, tão intensa era a rotatividade de estagiários na MPM, sem depreciar os talentos q por lá passaram e creio vc ter sido um deles, e o meu longo tempo de ag. - 10 anos, abração.

Jonga Olivieri disse...

Pôxa, estou querendo saber quem é este Cantídio há muito tempo... Pois tem sido um dos mais assíduos comentaristas deste blogue!
Ele trabalhou na MPM?