segunda-feira, março 19, 2012

Sobre o livro do Benicio e seu lançamento no Rio...

Recebi um e-mail de Ricardo Antunes, ilustrador publicitário e editor da Revista Ilustrar (www.revistailustrar) e da Editora Reference Press, que publicou o livro do Benicio acerca do lançamento do livro do grande ilustrador, gaúcho de nascimento, mas carioca de coração e adoção, que deixa clara a questão de não haver ainda acontecido uma exposição/lançamento do livro no Rio de Janeiro.

Diz a mensagem:
“... Antes de mais nada gostaria de agradecer imensamente pelas palavras de carinho em relação ao grande amigo Benicio e sobre o livro que publicamos juntos. Este é apenas o primeiro de cinco livros que iremos publicar.

O motivo do meu contato é apenas para esclarecer o final do seu texto, onde diz que espera haver uma exposição no Rio, e complementada pelas mensagens logo abaixo dos leitores de seu ótimo blog, todos perguntando do porque de não ter havido a exposição no Rio e só ter acontecido em São Paulo.

Bem, resumindo, o fato é que lançamos o livro em São Paulo em fevereiro de 2011 com um enorme sucesso (tivemos de fazer duas prorrogações sucessivas da exposição), e logo em seguida iríamos levar a exposição para o Rio.

Mas, acredite se quiser, depois de um ano tentando, nenhuma empresa do Rio se interessou em patrocinar a exposição do Benicio na cidade. A exposição tem custos relativamente baixos, mas mesmo assim ninguém quis patrocinar...

Esse fato deixou a mim e ao Benicio bastante tristes e sem entender nada, já que a receptividade em São Paulo foi estrondosa.

Enfim, o motivo de meu contato foi apenas para esclarecer esse fato, já que até hoje continuamos tentando levar a exposição para o Rio, mas sem sucesso...”

O vídeo publicado abaixo diz muito sobre o que foi o sucesso do lançamento em São Paulo...

sexta-feira, março 09, 2012

Gisele a série... Um produto com o jeitinho da dona!



Ao som da ritmadíssima “SlownMotion Bossa Nova de Celso Fonseca e Ronaldo Bastos, Gisele Bündchen desfila com incrível (e poderosa) simplicidade pelas ruas de Los Angeles esbanjando seu charme e sensualidade, chamando a atenção em torno pelo andar sincopado, cadenciado, rebolado e brasileiríssimo da nossa sempre presente Bossa Nova.
No decorrer do filme (acima) de 2003, podemos sentir o prelúdio de toda uma série que existe até hoje e já produziu diversas outras realizações tão maravilhosas quanto esta.
Porque este é o tom da campanha publicitária das Sandálias Ipanema Gisele Bündchen, da Grendene, produzida pela W/Brasil, criação original de Washington Olivetto e Gabriel Zellmeister, mas que tambem já teve em suas fichas técnicas nomes como os de Rodrigo Leão, Fabio Meneghini, Celso Alfieri e Rui Branquinho.

É o terceiro filme da série deste blogue em que Gisele é mais uma vez a superstar... E sucesso garantido de público e vendas...

quinta-feira, março 01, 2012

Vende mais porque é charmosa! Gisele, a série...


Tenho escrito muito neste blogue sobre a harmonia entre criatividade e ideias simples. E a partir deste conceito postei há poucos dias o filme de Gisele Bündchen interpretando uma engraçada Maria Antonieta na peça de abertura de uma nova campanha para a SKY, realizada pela Giovanni+Draftfcb.
Em respeito à genial simplicidade de Ênio Mainardi, que conheci pessoalmente, e criou aquela que considero uma das, senão a frase mais oportuna da publicidade brasileira: "Tostines é melhor porque vende mais e vende mais porque é melhor!", a adapto para Gisele, com “Gisele é charmosa porque vende mais e vende mais porque é charmosa!". E ela é de fato a prova disso...
... A questão é que Gisele, com o seu “charmingappeal”, simplesmente vende qualquer produto, desde o mais requintado perfume até um “réles preguinho”. Por isso estou a iniciar uma série que apresentará a modelo como personagem central em muitos comerciais nos mais diversos segmentos.
Começo com o filme acima, de uma campanha para o Grupo Multiplan  (Barrashopping, New York City Center, MorumbiShopping, etc), que, pela primeira vez posicionou institucionalmente suas campanhas de Natal, abandonando a tradicional linha promocional e aproveitando o simples e gracioso deslizar de La Bündchen pelo mall do shopping, observando, conversando com a gente e fazendo “cair o queixo” até de crianças desavisadas com a sua graça e feminilidade.  E nesta suave e sensual caminhada, ela é envolvida por um moderno e emocionante arranjo da conhecida trilha sonora do Barrashopping, criada por Rogério Steinberg e imortalizada pelo sucesso.
O filme tem tambem um final engraçado... Com um toque do melhor do Gisele's Style... A peça foi criada por Wallace Marques e Victor Castro, sendo Raul Fernandes o diretor de criação (JWT/RJ).  A direção do filme é de Ricardo de la Rosa e Flavio Zangrandi (Clear Light).