sexta-feira, outubro 12, 2012

O Ministério da Cultura
e a Fundação Biblioteca Nacional
Apresentam

Conversa com o Autor na Casa da Leitura
Antônio Torres


Recebi de meu amigo Antônio Torres o release abaixo que transcrevo com grande satisfação. Aliás, dupla satisfação... Porque a entrada é 0800:

Natural do interior da Bahia, começou sua carreira como jornalista em Salvador,  depois São Paulo, onde atuou também como redator de publicidade. Sua estreia na literatura foi em 1972, com o romance Um cão uivando para a Lua, muito bem recebido pela crítica e pelo público. Já nesta época demonstrava sua tendência em abordar temas urbanos e regionais. A boa recepção dos seus livros pelo público e o aplauso da crítica fizeram com que Antônio Torres fosse traduzido para o francês, inglês, espanhol, italiano, alemão, hebraico e holandês.  Em 1998, coroando sua sólida e prestigiada carreira de ficcionista foi condecorado com uma das mais altas honrarias do governo francês – Chevalier des Arts et des Lettres. Em 2000, recebeu o Prêmio Machado de Assis, da Academia Brasileira de Letras, pelo conjunto da obra. Em 2001, foi agraciado (junto com Salim Miguel, por Nur na escuridão), com o Prêmio Zaffari & Bourbon, da 9ª. Jornal Nacional de Passo Fundo, RS, pelo romance Meu querido canibal.
 
Sua participação no projeto Conversa com o Autor, tem a mediação de um especialista, o professor do Departamento de Letras da PUC/RJ, Júlio Diniz, um dos nomes mais requisitados para eventos literários deste gênero.

Data: 18/10/2012 às 18h e 30 min.
Local: Casa da Leitura - Rua Pereira da Silva, 86 – Laranjeiras – Rio de Janeiro
Fone 2557-7458 / ENTRADA FRANCA

6 comentários:

Anita disse...

Eu vou lá! Se vou! Eu vou sim!

Anônimo disse...

Você será muito benvinda, Anita.
E ao nobre (de gestos, atitudes, grandeza humana)João Carlos Olivieri:
brigadin, brigadão - de coração. Abração.
Antônio Torres

Cantídio disse...

Imperdível!

Eustáquio disse...

Grande AntÔnio Torres!

Castelar disse...

Aqui na praia com chuva, só me resta dizer que torço pelo sucesso cada vez maior de Antônio Torres. Ele merece!

Anônimo disse...

Programa livre...

L,P.